|  | 

Chamada de Artigos
Revista n.º 2 – 2017
NOVAS DATAS

 ESTE-OESTE vs OESTE-ESTE
Representações e Reproduções Visuais

EST-OUEST 700O número 2 da revista Cinema & Território pretende receber trabalhos que problematizem, questionem e investiguem a dicotomia Este versus Oeste, temática firmemente enraizada no imaginário de produtores de imagens (realizadores, operadores de câmara, fotógrafos…) em contextos sociológicos e geopolíticos sensíveis. Os filmes-espelho dessas épocas não produziam imagens nítidas. A disposição mental de criar “esquemas de percepção e pensamento extremamente gerais em sua aplicação, tais como aquelas que dividem o mundo de acordo com as oposições entre masculino e feminino, leste e oeste, futuro e passado, acima e abaixo […]” (Bourdieu, 1972) origina uma instrumentalização da noção de cultura pelos Ocidente/Oriente, instaurando divisões no mundo. O cinema – meio de expressão da linguagem, processo de identificação – é uma técnica de informação e difusão coletiva. Em suma um facto social (Durkheim) que pode ser abordado em várias perspetivas (Mauss).

Aceitam-se propostas de todas as áreas disciplinares cuja reflexão se insira na exploração tanto estética, política ou sociocultural como espacial do antagonismo este/oeste, determinante para a visão do mundo e visto no prisma da imagem e do cinema, e em especial na área da antropologia que, segundo Michael Herzfeld, tem por objeto analisar os pressupostos empíricos primários – os dos outros bem como os nossos (1992: 67), fonte de numerosas convicções.

  1. O cinema enquanto “arma” propagandista (soft power): análises de produções fílmicas mundiais, quer no cinema, quer no documentário que avaliem como os produtores, realizadores e atores respondem aos pedidos de propaganda e pressões dos governos. Por exemplo, cinematografias e trabalhos de campo sobre o posicionamento da União Soviética na Europa Ocidental durante a Guerra Fria, dos Estados Unidos no tempo da Guerra do Vietname, as produções que refletem a história e as tensões da República Democrática Alemã no período Pós II-Guerra Mundial, e as suas implicações políticas, sociológicas ou culturais na produção de imagens.
  2. A noção de impressão de realidade: discurso sobre as estratégias de representação e produção de estereótipos, que podem ser percebidas nos filmes propagandistas, e analisa da estética desta noção de impressão de realidade, que a pretende fixar nas encenações das imagens.
  3. Identidade espacial e geopolítica: trabalhos que esclareçam a domesticação do espaço segundo as diretrizes este/oeste, incluindo estudos culturais comparativos das representações dos mundos bipolares; que equacionem não só a política mas também culturalmente as consequências entre as definições de “nós” e “eles”, ocidente e oriente, este e oeste, ou ainda, norte e sul. Por exemplo, serão bem-vindos trabalhos sobre a União Europeia e a forma como a sua divisão entre Europa e Europa de Leste é representada visualmente, incluindo não apenas o cinema mas também a televisão.
  4. Discursos visuais da contemporaneidade que aludam à dicotomia Este-Oeste incluindo as redes sociais e as atividades artísticas. Por exemplo, cartoons, graffitis, vídeos, videojogos, entre outros.

Bourdieu, P. (1972). Esquisse d’une théorie de la pratique, Précédé de « Trois études d’ethnologie kabyle, Librairie Droz.
Durkheim, E. [1894](2009). Les Règles de la méthode sociologique, Paris, Payot.

Herzfeld, M. (1992). La pratique des stéréotypes, L’Homme, vol.32, 67-77.
Mauss, M. (1950). Essai sur le don. Forme et raison de l’échange dans les sociétés archaïques, Sociologie et anthropologie, Paris, PUF.

Calendário – submissão de artigos | Novas datas
Envio dos artigos : 30 de março de 2017
Publicação: 2017

Os artigos deverão ser enviados para o seguinte endereço: chrisesc@uma.pt(Indicar no Assunto do email [C&T-ARTIGO])

No documento enviado deverão constar os seguintes elementos:
– Nome(s), contacto(s) e afiliação académica do(s) autor(es) – Título do artigo – Resumos (2), um na língua do artigo e um em língua inglesa; – Palavras-chave: máximo 6 – Breve nota biobibliográfica, onde constem as suas principais áreas de interesse e investigação (100 palavras).

Línguas: português, espanhol, francês, inglês.

Normas de publicação: http://www.ct-review.org/index.php/normas-para-publicacao/
Links: www.ct-review.org

Diretora da publicação
Christine Escallier
chrisesc@uma.pt

CINEMA & TERRITORY
Journal N.º 2 – 2017
NEW DATES

Call for papers

 

EAST-WEST vs WEST-EAST Representations and Visual Reproductions

The number 2 Cinema & Territory journal intends to receive papers that problematize, question and investigate the East versus West dichotomy, firmly rooted in the theme of imaginary images of producers (directors, camera operators, photographers …) in sociological and geopolitical sensitive contexts. The mirror-films of these times did not produce clear images. The mind set of creating “awareness schemes and extremely general thought in its application, such as those that divide the world according to the opposition between male and female, east and west, future and past, up and down […]” (Bourdieu, 1972) creates an instrumentalization of the concept of culture by the West/East, establishing divisions in the world. The film, a means of language expression, identification process is a technique of information and collective diffusion. In short, a social fact (Durkheim) that can be approached in various perspectives (Mauss).

Proposals from all discipline areas, whose reflection is in both aesthetic exploration, political or socio-cultural and spatial antagonism East/West, crucial to the vision of the world and seen in the perspective of image and film, especially in the area of anthropology, are accepted. According to Michael Herzfeld, anthropology has the purpose to analyse the primary empirical assumptions – those of others as well as ours (1992: 67), the source of numerous convictions.

  1. Cinema as a propagandist “weapon” (soft power): analysis of worldwide filmic productions, either in film or in documentary that assess how the producers, directors and actors respond to requests for propaganda and pressure from governments. For example, cinematography and field work on the position of the Soviet Union in Western Europe during the Cold War; the United States in the Vietnam War time; the productions that reflect the history and the tensions of the German Democratic Republic in the Post II- World war; and its political, sociological and cultural implications of image production.
  2. The notion of reality impression: discourse on the strategies of representation and production of stereotypes that can be seen in propagandist’s films and aesthetics analyses’ of this reality impression notion that aims to fix it in the staging of images.
  3. Spatial identity and geopolitics: studies investigating the domestication of space according to the guidelines east/west, including comparative cultural studies of representations of bipolar worlds; that equate not only politics, but also culturally the consequences of the definitions of ‘us’ and ‘them’, west and east, east and west or even, north and south. For example, studies on the European Union and the way the division of Europe and Eastern Europe, in movies and television, is visually represented, will be welcome.
  4. Visual discourses of contemporaneity, alluding to the dichotomy East-West, including social media networks and artistic activities. For example, cartoons, graffiti, videos, video games, among others.

Bourdieu, P. (1972). Esquisse d’une théorie de la pratique, Précédé de « Trois études d’ethnologie kabyle, Librairie Droz.
Durkheim, E. [1894](2009). Les Règles de la méthode sociologique, Paris, Payot
Herzfeld, M. (1992). La pratique des stéréotypes, L’Homme, vol.32, 67-77.
Mauss, M. (1950). Essai sur le don. Forme et raison de l’échange dans les sociétés archaïques, Sociologie et anthropologie, Paris, PUF.

Schedule – submission of proposalsNew dates
Papers submission: March 30th 2017

Publication: 2017

Paper should be send to the following email address: chrisesc@uma.pt
( Indicate in the subject of the email [C&T-ARTIGO])

The document submitted must contain the following elements:
– Name(s), contact (s) and academic affiliation (s) of the proposed speaker (s);
– Paper title
– Abstracts (2): on the author’s language and in English
– Keywords – maximum 6
– Bio-bibliographic brief note, which should include the main areas of interest and research (100 words)

Idioms: Portuguese, Spanish, French and English.

Publishing rules: http://www.ct-review.org/index.php/normas-para-publicacao/
Links: www.ct-review.org

Journal’s Director
Christine Escallier
chrisesc@uma.pt


Editoras
Christine Escallier (UMa/CRIA)
Teresa Dias (UMa/CEMRI-UAb)

Propriedade
Universidade da Madeira
Endereço
Caminho da Penteada, 9020-105 Funchal-Madeira-Portugal
ISSN
2183-7902